Enter your keyword

A importância de dar o primeiro banho no bebê após as primeiras 24hs de vida

A importância de dar o primeiro banho no bebê após as primeiras 24hs de vida

O banho é uma das primeiras experiências do bebê após sair do útero – eles mal nascem e já estão embaixo da água novamente.

Mas a prática deve ser repensada. Alguns estudos indicam que adiar o primeiro banho por 24 horas pode reduzir de maneira significativa o risco de que o recém-nascido apresente hipotermia (perda de calor) e hipoglicemia (queda de glicose), ao passo que facilita a amamentação. Os pesquisadores acreditam que o vérnix (material branco e gorduroso que cobre o corpinho do bebê) seja o responsável pelos bons resultados.

A Sociedade Brasileira de Pediatria também acredita nesta prática e recomenda que não é preciso dar banho imediatamente após o nascimento, e o vérnix caseoso não deve ser removido.

Vérnix é aquele creminho branco bactericida maravilhoso que a maioria dos bebês nascem. Alguns nascem com esta camada bem espessa e outros nem tanto. O vérnix é produzido até as 38 semanas de gestação e protege o bebê tanto em ambiente intra quanto extra-uterino. Este creme que envolve o bebê tem funções imunológicas importantes, de proteção contra bactérias, agentes externos, manutenção da temperatura e hidratação. É uma proteção natural, sem química e conservantes, com propriedades antioxidantes, antimicrobianas, que hidrata e regula a temperatura corporal, tem ação cicatrizante, lubrifica e protege a pele de infecções, além de diminuir a dermatite de contato e aumentar a imunidade. Após o nascimento ele continua protegendo a pele do bebê. É como se fosse um cobertor natural.

O banho imediato ou nas primeiras 24hs de vida tira essa maravilhosa proteção natural!

Foto por Melissa Jean | https://www.instagram.com/melissajeanbabies/

Outros estudos apontam que o banho pode expor o bebê desnecessariamente a temperaturas mais baixas (mesmo com água quentinha) e maior risco de hipotermia. E isso pode aumenta o número de intervenções, necessidade de procedimentos, observação em UTI, e a separação mãe-bebê.

A orientação de pediatras e neonatologistas é apenas secar o bebê, com compressas e água quente, sem esfregar a pele do bebê, preservando o vérnix. O corpo absorve naturalmente em poucas horas de vida.

Então não é preciso retirar o vérnix. Não tenha pressa para o primeiro banho, curta muito seu bebê, dê a ele as boas-vindas, abrace, cheire, amamente, mantenha o contato pele a pele, o banho pode ficar para depois. Não tenha pressa mesmo, deixe o bebê sentir sua pele e o calor do seu corpo. Esta simples prática pode salvar vidas!


Referências

ALS, H. Manual for the naturalistic observation of newborn, behavior (preterm and fullterm infants). Revision. Boston, The Children’s Hospital (1981), (1984).

Consenso de Cuidado com a pele do recém-nascido. Adaptado de Dyer J.A. Newborn skin care. Seminar in perinatology (2013).

Effects of bathing after birth on term newborn’s thermal and cardiorespiratory adaptation. Rev Paul Pediatr (2009).

Fotos por: Melissa Jean