Enter your keyword

Relato de parto sob a visão da doula

Relato de parto sob a visão da doula

Luiza: bebê | Rafaela e Luiz Fernando: pais | Theo: irmão

Em 2017 Rafaela nos procurou com poucas semanas de gestação, e assim com muita alegria iniciamos o pré-natal! Estudamos sobre a gestação, sobre parto, fomos atrás de equipe, assistimos vídeos, frequentamos grupos de apoio, montamos o seu plano de parto, tudo do jeitinho como ela queria. Em pouco tempo descobrimos que seria uma menina, Luiza, a companheirinha do Theo.

Foi uma gravidez muito tranquila, com altos e baixos emocionais, tudo normal dentro deste intenso processo de gestar.

Em torno das 36 semanas iniciamos seu acompanhamento com a Lu, com fisioterapia pélvica, massagens e epino. Fez uma escolha consciente e autônoma. E assim informada, pronta e na expectativa do nascimento, chegamos a 40 semanas. Muita ansiedade em conhecer esta linda princesa que foi muito planejada, desejada e amada por todos nós.

Na madrugada do dia 8/06 recebo uma ligação da Rafa que já sentia as contrações do trabalho de parto. Rapidamente fui até ela e chegando lá encontrei um casal tranquilo, confiante, uma casa aquecida e com pouca luz, um irmão dormindo um sono dos anjos e uma mãe linda e poderosa em plena fase ativa do trabalho de parto.

Uau, pensei eu, o nascimento estaria próximo!

Ficamos um pouco em casa, dilatando, banho quente, bola, massagem, descanso (quando dava), carinho, apoio, abraços, aconchego… As ondam iam e vinham, perdemos a noção do tempo… A enfermeira chegou, examinou e decidimos que era hora de ir para a maternidade.

Já no carro, tive um pressentimento de que algo aconteceria por ali mesmo… Me posicionei ao lado dela no banco de trás, enquanto o papai dirigia alegremente ao som de uma linda música.

Rafa sentindo as contrações neste momento já quase sem intervalo, escuto ela me dizer assim “Si, ela vai nascer”… Olhei firmemente para ela e vi uma linda mulher na “partolândia”, conectada com o seu corpo e com o seu bebê.

Luiza estava descendo, e a Rafa parindo! Só lembro de dizer assim, “deixa ela vir, estamos aqui para ela”…

Neste momento tudo é instinto e intuição. Respiramos fundo, de olhos fechados conectada com o momento presente, um silêncio se fez… a cabecinha da Luiza coroou, mamãe pôde tocar nela e sentir sua princesa cada vez mais perto. Logo depois em um profundo relaxamento, uma respiração tranquila e num piscar de olhos, Luiza chegou! Chegou quem tanto esperávamos! Linda, toda empelicada, era pura luz… (Jamais vou esquecer deste momento). Toquei nela suavemente como quem toca uma flor, seu corpo quentinho e cheiroso e a entreguei para sua mãe, que a acolheu com todo amor e delicadeza em seus braços. O papai era pura emoção, sem acreditar no que via. Eu contemplava emocionada este primeiro encontro onde as almas já se reconheciam. Luiza fez uma transição suave e tranquila, não chorou, pois logo encontrou os olhos e o calor da sua mãe. Era um renascimento, uma ligação para a vida inteira! Fomos embalados pela ocitocina em uma atmosfera de profundo amor e encantamento. Poucos minutos depois chegamos na maternidade e demos entrada aos procedimentos finais do nascimento…

E assim Luiza chegou, linda e saudável, em poucas horas de trabalho de parto. Escolheu um lindo e emocionante parto natural, no carro, no tempo dela, do jeitinho que ela queria, sobre as bênçãos da lua cheia, o olhar amoroso e seguro do seu pai e a entrega e a confiança da sua mãe, expressando toda a sua sabedoria! Ela nos guiou em toda esta intensa jornada!

Hoje após um ano do nascimento da Luiza, ainda me encontro sobre forte emoção, cada vez que lembro desta chegada e de como tudo transcorreu. Não consigo em palavras descrever o que os meus olhos viram e o que o meu coração sentiu! Presenciei um milagre, o milagre da vida! Luiza escolheu chegar assim, no lugar onde se sentia protegida, na companhia dos seus pais, em um lugar seguro, acolhedor, sem nenhuma intervenção, e assim foi… A nossa mestra! Tudo perfeito, como tinha que ser!

A verdade é que mães sabem parir e bebês sabem nascer! E como sabem… Só precisam de pessoas que acreditem neles. Lugar de bebê nascer é sempre onde ele quiser. A força da vida é maior que tudo, que todas as vontades e planos!

A mim, só cabe agradecer a Deus, a família e a pequena Luiza, por todo o carinho e confiança. Foi uma linda e inesquecível experiência, de muito aprendizado, no qual confio plenamente nestes seres que chegam, sim, porque o nosso trabalho é para eles, para que cheguem aqui com amor, respeito, proteção e dignidade! Não temos controle de nada, simplesmente seguimos presentes e conectadas com esta forte energia do nascimento!

Que o parto seja cada vez mais um evento familiar, onde a protagonismo é da mulher! Onde ela escolhe o que quiser e da forma como achar melhor. E que nós, profissionais do parto, estejamos aqui, disponíveis para eles, acolhendo e dando suporte para todas as escolhas, sejam elas quais forem, confiantes na força e na potência da vida!

Foto da família autorizada e enviada de acervo pessoal.

Educadora física por formação e doula por missão. Atua como educadora perinatal, doula de parto, pós-parto e arte gestacional. É profissional de Inteligência Emocional, formada pelo Instituto Internacional Bioflow®.